Notícias

   Os reflexos da obesidade infanto-juvenil na saúde pública foi o tema de audiência pública promovida, no dia 3 de junho, pelas comissões de Saúde e Meio Ambiente e de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia. Participaram do evento diversas instituições e autoridades com atuação neste segmento, como a Presidente do CRN-2, Jacira Conceição dos Santos;  o secretário-adjunto de Saúde de Porto Alegre, a representante da Secretaria Estadual da Saúde, Maísa Beltrame Pedroso;   o professor da Faculdade de Desenvolvimento do RS (Fadergs), Pablo Stürmer; o presidente da Fundação de Saúde de Canoas, Roberto Costa, Fernando Ritter; a reitora da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Lucia Pellanda;  a presidente do Comitê de Nutrologia da Sociedade de Pediatria do RS, Berenice Lempek dos Santos, e a  presidente do Conselho Regional de Educação Física, Carmen Rosane Masson.

   Jacira Conceição dos Santos participou da mesa de debates e reiterou a necessidade de contratação de nutricionistas pelo governo do Estado para assegurar a implementação, execução e monitoramento do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) nas escolas estaduais. Alertou que prevenção da obesidade deve envolver além da família, a comunidade escolar e todos os ambientes de convivência de crianças e adolescentes para promover educação alimentar e nutricional e práticas alimentares adequadas. Salientou ainda que o Guia Alimentar Para População Brasileira deve ser trabalhado por todos estes seguimentos, buscando a adoção de comportamentos que promovam alimentação saudável e sustentável.  

   Também estiveram presentes estudantes da Fadergs, além de representantes da Federação da Associação de Pais e Mestres do RS, Instituto de Cardiologia, Sindicato dos Odontologistas do RS, Sindicato Médico do RS, Fetag, Associação dos Bariátricos do RS, vereadores e gestores públicos de cidades gaúchas como Estrela, Gravataí e Alvorada, entre outras entidades.

   Ao final do debate, foi criado um grupo permanente de trabalho para dar prosseguimento à discussão do tema, propondo ações concretas, como a criação ou modificação de leis.

Veja a matéria completa no portal da Câmara de Vereadores de Porto Alegre: aqui