História

1980

No mês de junho de 1980 a história da Nutrição no Brasil assistiu a um capítulo especial: em 6 de junho daquele ano foi oficialmente instalado o Conselho Regional de Nutricionistas da 2ª Região, criado através da Portaria do Ministério do Trabalho nº 3107. Após anos de empenho, o Rio Grande do Sul tornou-se pioneiro do Sistema CFN/CRNs. Em 1980, tomou posse a primeira diretoria, que foi presidida por dois anos pela nutricionista Maria de Lourdes Bacellar Hirschland – CRN-001.

Os primeiros anos e as primeiras conquistas – O começo foi difícil. Mas os avanços foram rápidos. Em 1980, as primeiras reuniões aconteceram em uma sala cedida pela Faculdade de Nutrição do Instituto Metodista de Educação e Cultura (IMEC) e já contava com a contribuição da Associação Gaúcha de Nutrição (AGAN). Alguns meses depois, a Delegacia Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul cedeu ao CRN-2 uma sala com toda a infraestrutura necessária para o funcionamento do Conselho. De junho a dezembro de 1980, o CRN-2 registrou 120 profissionais. Um ano depois, já eram fornecidas as primeiras carteiras profissionais. No mesmo ano, 1981, outro fator importante: foi criada Delegacia do CRN-2 em Santa Catarina. Em 1982, o Conselho adquiriu sua primeira sede própria (uma sala na galeria Malcon, no centro de Porto Alegre). Em 1983 foi contratada a primeira inspetora de fiscalização do Conselho. Nesta primeira gestão, foi criado o primeiro informativo do CRN-2. .

1983

De 1983 a 1986, dois importantes avanços: foi criada a Comissão de Ética e de Fiscalização e foi publicado o Ato Normativo que dispõe sobre Carga Horária Diária x Número de Refeições Servidas-UAN.

Nos três anos seguintes, o Conselho passou a atuar no Movimento Gaúcho da Constituinte, realizou um estudo sobre registro dos Técnicos em Nutrição e Dietética, teve participação decisiva na reformulação da Lei nº 5.276 de 24/04/1967 de regulamentação profissional, criou o Registro de Baixa de Pessoa Física (PF) e contratou a primeira fiscal credenciada no Rio Grande do Sul..

1989

De 1989 a 1992, foi traçado o Perfil do Nutricionista, iniciaram-se as representações no interior do Rio Grande do Sul, implantou-se a estrutura da Setorial de Santa Catarina e, no dia 17 de setembro, através da promulgação da lei n° 8.234, regulamentou-se a Profissão de Nutricionista. De 1992 a 1995 a sede mudou-se para a Av. Taquara (sede foi comprada), publicou-se o Ato Normativo que dispõe sobre a Atuação do Nutricionista em Creches e Maternais e iniciou-se a importante participação no Projeto da Ação de Cidadania, contra fome e a Miséria e pela Vida.

.

1995

Entre os anos de 1995 a 1998, foi dada a largada no Projeto de Interiorização, foi iniciada a entrega dos Registros Provisórios em solenidades de formaturas, publicou-se o Ato Normativo que dispõe sobre a Atuação do Nutricionista em Área Hospitalar e compôs-se a Mesa Diretora Conselho Estadual de Saúde. De 1998 a 2001, o CRN-2 criou seu primeiro website e criou o banco de dados; mobilizou a população para o credenciamento do Nutricionista no SUS; fez uma parceria com Vigilância Sanitária no RS e em SC; promoveu uma discussão sobre o Currículo Mínimo para os cursos de Nutrição; participou da criação e coordenação do Fórum de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (FESANS); publicou o Ato Normativo que dispõe sobre a Atuação do Nutricionista em Saúde Pública e Merenda Escolar.

.

2001

De 2001 a 2005, mais conquistas e marcos: criação da logomarca e da Missão; participação na criação do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável do RS (CONSEA); mobilização contra o Projeto de Lei do Ato Médico; aquisição da sede da Setorial/SC; modernização da estrutura física da sede do Rio Grande do Sul; o boletim Informativo passou a ser denominado Jornal CRN-2; participação no Fórum Permanente pela Democratização da Saúde; implantação do Plano de Cargos e Salários; realização de Processo Seletivo Público; promoção do Fórum de Análise de Implantação do Exame de Suficiência e Seminário de Saúde Coletiva; realização do I Workshop de Ensino; Participação na reestruturação do Código de Ética do Nutricionista; efetivação da Política Nacional de Fiscalização (PNF); CRN-2 tomou posse assumiu a vice-presidência do Fórum dos Conselhos Regionais Profissionais/RS.

.

2005

Os anos de 2005 e 2006 foram marcados pela criação da grife do CRN-2; pelo Jubileu de Prata do CRN-2; pelo lançamento (2005) e entrega (2006 – na Câmara de Vereadores de Porto Alegre) do I Prêmio Maria de Lourdes Hirschland; pela participação no I Congresso do Sistema CFN/CRN. Além disso, realizaram-se o I e o II Seminários dos Técnicos em Nutrição e Dietética; foram criados os novos correios eletrônicos do CRN-2 e participou-se da primeira Campanha Nacional do CFN comemorativa ao Dia do Nutricionista. No campo político, mais ações: atuação do CRN-2 contra o Projeto de Lei do Vinho, nº 119/2005 e parcerias com o Sesi em eventos nacional – Esporte e Cidadania e Ação Global.

.

2006

2006 e 2007 foram marcados pela realização do II Workshop de Ensino com o tema Perspectivas do Projeto Pedagógico e do III Seminário de Técnicos em Nutrição e Dietética em Caxias do Sul. Foram contratadas, ainda, duas Nutricionistas fiscais para o estado do Rio Grande do Sul. Buscando fortalecer o Sistema CFN/CRN, aconteceu o II Congresso do Sistema. Na rotina de trabalho do Regional, mais novidades: implantação do CRN-2 ON-LINE no site, capacitação de Nutricionistas com Cecane UFRGS. 2007 foi, ainda, ano de eleições para a Gestão 2007-2010.

.

2008

De 2008 a 2010, mais investimentos do CRN-2: contratação de uma Nutricionista fiscal para o Rio Grande do Sul e uma para Santa Catarina; realização do Seminário de Refeições Coletivas; reuniões de Interiorização; Encontro de Escolas Infantis; apresentação de Pôster no XX Conbran; participação no Seminário de Fiscais; promoção do III Workshop de Ensino, em Florianópolis; participação no Curso de Gestão do Sistema CFN/CRN; a sede do CRN-2 foi modernizada e ampliada; novos profissionais administrativos foram contratados mediante concurso público; a sede da primeira Delegacia do interior do RS, em Santa Maria, foi adquirida e mais um processo eleitoral foi concluído com sucesso.

.

2009

Rio Grande do Sul – Em outubro de 2009, novo marco: após anos de trabalho e dedicação, foi criado e implantado o CRN-10, cuja jurisdição abrange o estado de Santa Catarina. Assim, o CRN-2 passou a ser Rio Grande do Sul. Em função desta mudança, o CRN-2 mudou sua cara: a nova identidade visual do Conselho traz como marca uma tradição gaúcha, reconhecida por todos os brasileiros. A ideia é valorizar ainda mais as ações regionais, fortalecendo o Rio Grande do Sul. 

Avanços – Hoje, o CRN-2 busca unir esforços com diversas entidades e instituições, fortalece sua atuação e representatividade política, investe em tecnologia (as novas carteiras profissionais são um exemplo) e aproxima-se cada vez mais de seus profissionais.

A nossa história é, também, a sua história e ela continua sendo escrita no dia a dia, na rotina de nossas ações.

.